Loading...

Reprodução e Desenvolvimento dos Insetos

Acessos nessa página: 3857

Tipos de Reprodução:²

  • Viviparidade - o desenvolvimento embrionário ocorre dentro do corpo da mãe, a qual deposita larva ou ninfa em vez de ovos. Abrange quatro sub-tipos:
    • Viviparidade adenotrófica - Após a eclosão as larvas são retidas no corpo da mãe, sendo depositadas como larvas maduras que em seguida pupam (moscas tse-tsé do gênero Glossina);
    • Viviparidade no hemocele - Após os ovários partirem-se, os ovos são liberados no interior do corpo da mãe; as larvas recém eclodidas escapam, devorando a mãe (Strepsiptera);
    • Viviparidade pseudoplacentária – O embrião se desenvolve numa parte alongada da vagina, nutrindo-se em estruturas semelhantes a placentas (pulgões).
    • Ovoviviparidade – Os ovos depositados contêm embriões em adiantado estádio de desenvolvimento, podendo ocorrer larvas recém-eclodidas , a exemplo das moscas da família Tachinidae;
  • Partenogênese – óvulos se desenvolvem mesmo que não tenham sido fecundados (abelhas). Geralmente ocorre combinada com outros tipos de reprodução como: oviparidade, viviparidade e pedogênese, podendo ocorrer alternadamente com uma geração bissexuada.
  • Pedogênese – ocorrência de ovários funcionais em insetos imaturos (dípteros da família Cecidomyiidae e Chironomidae) em que os óvulos desenvolvem-se partenogeneticamente. Há casos em que a pedogênese está associada à viviparidade.
  • Neotenia – presença de caracteres imaturos no estágio adulto a exemplo do bicho-cesto (Lepidóptero), em que as fêmeas adultas são larvas neotênicas que se acasalam e depositam ovos dentro do cesto.
  • Poliembrionia – dois ou mais embriões originados de um único ovo (microhimenópteros/ Encyrtidae, Braconidae).
  • Hermafroditismo – dois sexos presentes no mesmo indivíduo. Ex.Pulgão branco dos citros (Icerya purchasi ).

Desenvolvimento:¹

Os insetos são dióicos, ou seja, sexo distintos e com fecundação interna, são ovíparos na sua maioria e possuem os seguintes tipos de desenvolvimento:¹

  • Direto: Não apresenta metamorfose, chamado de desenvolvimento ametábolo. Do ovo eclode um inseto semelhante ao adulto.
  • Indireto: Apresentam metamorfose. De acordo com ela podem se dividir em:
    • Hemimetábolos: Apresentam metamorfose incompleta. Do ovo eclode uma ninfa, semelhante ao adulto, mas sem asas, que a medida que o inseto desenvolve está vao desenvovendo na forma de tecas alares. Exemplo: Percevejos, Libélulas, etc.
    • Holometábolos: Apresentam metamorfose completa. Do ovo eclode uma larva, que se alimenta ativamente e depois forma uma pupa, que pode construir um casulo. Na pupa ocorre a metamorfose e dela sai um indivíduo adulto. Alguns representam forma larval aquática. Exemplos: Dípteros, Lepidópteros, Hymenópteros etc.
Fontes:
¹Gonçalves, F.S. Insetos (Insecta) Acessivel em: InfoEscola (Adaptação)
²Marques, N. Reprodução e desenvolvimento dos insetos. Universidade Federal de Manaus.(Adaptação)

Versão e-Insetos: 1.1.218.2308 - U: 1979 - Atualização (06/08/2023)