Loading...
Acessos nessa página: 221

Strepsiptera

Strepsiptera

Criado em: 27/7/2023 | Atualizado em: 29/7/2023: 10:27:09 | Não revisado |

A ordem Strepsiptera é composta por insetos altamente especializados e pouco conhecidos, conhecidos como "estrepsípteros" ou "parasitas do cérebro". Esses insetos são parasitas obrigatórios de outros insetos, principalmente de vespas e abelhas. A ordem é caracterizada por seu ciclo de vida único e complexo, que envolve estágios larvais parasitando hospedeiros e estágios adultos livres.

Características gerais da ordem Strepsiptera:

1. Dimorfismo sexual: Os machos e fêmeas de estrepsípteros têm aparências muito diferentes. Os machos têm asas longas e bem desenvolvidas, enquanto as fêmeas são ápteras (sem asas) e permanecem dentro do hospedeiro.
2. Ciclo de vida parasita: Os estágios larvais de estrepsípteros são parasitas, vivendo dentro do corpo de outros insetos hospedeiros. Eles consomem tecido internos do hospedeiro e podem afetar negativamente seu comportamento e saúde.
3. Hospedeiros específicos: Cada espécie de estrepsíptero é altamente especializada em um ou poucos hospedeiros, geralmente pertencentes à ordem Hymenoptera.
4. Metamorfose incompleta: Os estrepsípteros passam por metamorfose incompleta, incluindo três estágios de desenvolvimento: larva, pupa e adulto.

Famílias e número de espécies:

A ordem Strepsiptera é relativamente pequena, com cerca de 600 espécies descritas. Algumas das famílias de estrepsípteros incluem:

1. Stylopidae - A família mais diversa, com muitas espécies de estrepsípteros parasitando abelhas, vespas e formigas.
2. Myrmecolacidae - Esta família é especializada em parasitar formigas.
3. Mengenillidae - Outra família de estrepsípteros que parasita vespas.

Referências

KATHIRITHAMBY, J. Host-parasite associations in Strepsiptera. Annual Review of Entomology, 2009. 54: 227-249. DOI: https://doi.org/10.1146/annurev.ento.54.110807.090523.

PIARROUX, R., DE PUYTORAC, P. Strepsiptera. In: Amendt, J., Campobasso, C. P., Goff, M. L., Grassberger, M. (Eds.). Current Concepts in Forensic Entomology. Springer, 2010. ISBN: 978-1-4020-9685-2.


Versão e-Insetos: 1.1.218.2308 - U: 1979 - Atualização (06/08/2023)